Ioga entra em lista de atividades oferecidas pelo SUS

Mais uma vez, a FACOP sai à frente. E desta vez no que diz respeito à qualidade de vida.

Sabendo dos benefícios que a ioga e a meditação trazem, desde 2013 a Fundação oferece gratuitamente aulas de ioga para a comunidade. Pois, em 2017, uma portaria do Ministério da Saúde incluiu na Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares a Ioga e a Meditação como forma de garantir a qualidade de vida. Ou seja, a partir deste ano, o Sistema único de Saúde deve incluir em seus tratamentos essas duas atividades.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) também já reconhece as práticas como benéficas à saúde. Ponto pra FACOP!