Em resposta à crise gerada pela disseminação do novo Coronavírus (Covid-19), a Facop lançou na última semana uma série de vídeos com orientações de especialistas para prevenir e combater a pandemia. Nas duas primeiras publicações, o coordenador dos cursos de Limpeza Profissional do CEPNKA, Mário Guedes indica as melhores práticas para fazer uma higienização de ambientes correta.

No primeiro vídeo, o professor fala sobre regras gerais da limpeza profissional e como higienizar superfícies e equipamentos eletrônicos. Já na segunda parte, Guedes ensina a fazer limpeza adequada das superfícies de alto contato, como maçanetas, corrimões e dispensers de álcool em gel ou sabonete. Outra orientação do professor é saber escolher os produtos e materiais a serem utilizados na limpeza.

Todo o conteúdo da série Conversa com Especialistas é publicado no canal da Facop no YouTube. Assista:

Parte 1:


Parte 2:


Lembre-se:
Além da higienização de ambientes, outra prática fundamental para prevenir infecções é a higienização de mãos. No blog da Facop você confere todas as dicas para lavar as mãos adequadamente.

Sobre a Facop

A Fundação de Asseio e Conservação, Serviços Especializados e Facilities do Paraná é uma instituição que valoriza os profissionais e o setor do asseio e conservação, por meio de um tripé que envolve capacitação, empregabilidade, saúde e segurança, indo além do conhecimento técnico e prático e abordando também o lado comportamental, transformando, assim, a visão que o profissional tem de si mesmo e que os outros têm dele.

Por meio do esforço conjunto dos sindicatos laboral e patronal do setor – SEAC e Siemaco – atua desde 2002 oferecendo cursos gratuitos, além de oportunidades de emprego na área da limpeza, que representa o 3º maior mercado do mundo e o 2º que mais emprega no Brasil. A FACOP possui compromisso social, sendo uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) signatária do Pacto Global, aderente aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU e integrante de diversas redes dedicadas ao impacto socioambiental positivo.

Visits: 956