CEPNKA – Escola da FACOP alerta sobre as formas de se proteger contra os vírus da gripe

 

Para se proteger contra a gripe, especialmente da Influenza H1N1 que pode ser letal, é preciso tomar alguns cuidados no dia a dia. No ano passado inteiro, 141 brasileiros pegaram o vírus H1N1, mas neste ano, em menos de quatro meses, esse número já foi superado, mais que dobrou. Por esse motivo, autoridades brasileiras em saúde e infectologia alertam para o uso das principais medidas de prevenção da gripe e as complicações e mortes decorrentes da doença.

Durante as atividades de trabalho, especialmente quando se trata de profissionais do setor do asseio e conservação, a higienização das mãos é fundamental para se proteger contra a doença. Mas você sabe como realizar a higienização das mãos corretamente?

É preciso seguir os seguintes passos:

1 – Molhe as mãos com água;

2 – Coloque na palma da mão quantidade suficiente de sabonete líquido para cobrir toda a superfície das mãos;

3 – Ensaboe as palmas das mãos friccionando-as entre si;

4 – Esfregue a palma da mão direita contra as costas da mão esquerda, entrelaçando os dedos;

5 – Esfregue a palma da mão esquerda contra as costas da mão direita, entrelaçando os dedos;

6 – Entrelace os dedos e friccione os espaços interdigitais;

7 – Esfregue o dorso dos dedos de uma mão com a palma da mão oposta, segurando os dedos, com movimentos de vai-e-vem. Faça isso com a outra mão;

8 – Esfregue com movimentos circulares o polegar esquerdo com o auxílio da palma da mão direita;

9 – Esfregue com movimentos circulares o polegar direito com o auxílio da palma da mão esquerda;

10 – Friccione as pontas dos dedos (digitais) e unhas da mão direita contra a palma da mão esquerda, fazendo movimentos circulares;

11 – Friccione as pontas dos dedos (digitais) e unhas da mão esquerda contra a palma da mão direita, fazendo movimentos circulares;

12 – Enxágue bem as mãos com água;

13 – Seque as mãos com papel toalha descartável;

14 – No caso de torneiras de fechamento manual, para fechar sempre utilize o papel toalha;

15 – Friccione o álcool gel por 1 minuto.

Para entender melhor, veja o vídeo demonstrativo da lavação e higienização das mãos da FACOP no YouTube: http://bit.ly/2VGUMz3

Apesar da higienização das mãos ser a melhor forma dos profissionais se protegerem da gripe durante o trabalho, algumas outras atitudes se fazem importantes em um momento de atenção com a doença.

 O Ministério da Saúde faz campanha a favor da principal arma contra a doença, a vacina, que protege contra o vírus H1N1 e outros tipos de gripe. O SUS disponibiliza a vacina gratuitamente para os grupos de risco, que são os idosos, crianças de seis meses a 5 anos, gestantes, puérperas (mulheres que acabaram de dar à luz), portadores de doenças crônicas, funcionários do sistema educacional, prisional e da área da saúde. Porém, quem não faz parte desses grupos, também pode se vacinar em clínicas particulares.

Outros fatores importantes de prevenção estão nas atitudes do dia a dia. Deve-se evitar o contato de pessoas gripadas com as que estão saudáveis por meio de beijos, abraços e apertos de mão.  Em locais fechados, procure deixar as janelas abertas para que haja circulação do ar e evitar que ocorra a propagação do vírus no ambiente. Ao segurar dinheiro, em maçanetas, corrimãos, apoios dos ônibus, entre outros objetos em lugares públicos, evite levar as mãos até os olhos, nariz e boca enquanto não puder fazer nova higienização das mãos.

Os cuidados com o sono e a alimentação também pesam na prevenção, pois quando a imunidade cai, o risco de se adquirir o vírus da gripe aumenta potencialmente. Evite estresse, má alimentação, dormir pouco, beber e usar drogas, pois todos esses fatores enfraquecem o sistema imunológico e expõe o organismo, deixando-o mais suscetível ao vírus.

Faça a sua parte, proteja-se com as instruções do CEPNKA/FACOP e evite contrair e propagar a doença.

Visits: 44